13º salário é beneficio ou obrigação? é um prêmio ou calculo matematico?

Amigos, dentre varios emails que recebo por dia, este me chamou a atenção.

Eu fiz os calculos e realmente estão certos.

Fiz uma adaptação do email para melhor leitura.

13º Salário NUNCA Existiu…

Os trabalhadores ingleses recebem os ordenados semanalmente, ou seja trabalham e recebem seu salario por semanas trabalhadas. No Brasil trabalhamos e recebem por Meses trabalhados.
A politica comercial e trabalhista inglesas é diferente da brasileira, assim como em outros paises. Existem paises que recebem por dias trabalhados ou por horas trabalhadas.

Esta “data de pagamento” muda de acordo com os costumes, cultura e plano economico do pais.

O Brasil é um pais novo politicamente e economicamente, so tivemos poucas eleições livres (ainda não sabemos votar) e até alguns anos atras tinhamos feudalismo e escravidão. A lei Brasileira é uma das mais bem planejadas do mundo, mas pouco executada por imaduridade da população e seus representantes.
Diga-se que o 13º salario no Brasil foi uma inovação do Presidente Getúlio Vargas, o “pai dos pobres”. Depois dele nenhum outro Presidente mexeu nele, mas pq será?

Porquê? Porque o 13º salário não existe.

O 13º salário é titulado como beneficio, gratificação ou prêmios ao trabalhador, porém não passa de um calculo financeiro de pagamento anual. Igualmente as férias que na verdade somente é 30% do salario, mas isso é uma outra discussão.

Calculando:

Suponhamos que você ganha R$ 700,00 por mês. Multiplicando-se esse salário por 12 meses, você recebe um total de R$ 8.400,00 por um ano de doze meses.
R$ 700,00 X 12 = R$ 8.400,00

Em Dezembro, o “generoso” governo obriga os empresarios a pagar o conhecido 13º salario aos funcionarios em até duas vezes(parcelado)
R$ 8.400,00 + 13º salário = R$ 9.100,00
R$ 8.400,00 (Salário anual) + R$ 700,00 (13º salário)= R$ 9.100,00 (Salário anual mais o 13º salário)

O trabalhador vai para casa todo feliz com o governo que mandou o patrão pagar o 13º. E gasta em dinheiro em festas, presentes natalinos e final de ano, aquecendo os motores da economia. Porém sem planejamento, pois o trabalhador “pensa” que o 13º salario é Extra… um brinde.
Façamos agora um rápido cálculo:
Se o trabalhador recebe R$ 700,00 mês e o mês tem 4 semanas, significa que ganha por semana R$ 175,00.
R$ 700,00 (Salário mensal) dividido por 4 (semanas do mês) = R$ 175,00 (Salário semanal)

O ano tem 52 semanas (confira no calendário se tens dúvida!).
Se multiplicarmos R$ 175,00 (Salário semanal) por 52 (número de semanas anuais) o resultado será R$ 9.100,00.
R$ 175,00 (Salário semanal) X 52 (número de semanas anuais)= R$ 9.100,00

O resultado acima é o mesmo valor do Salário anual mais o 13º salário

Surpreso??? Onde está, portanto, o 13º Salário?

A resposta é que o governo, que faz as leis, lhe “rouba” uma parte do salário durante todo o ano, pela simples razão de que há meses com 30 dias, outros com 31 e também meses com quatro ou cinco semanas (ainda assim, apesar de cinco semanas o governo só manda o patrão pagar quatro semanas) o salário é o mesmo tenha o mês 30 ou 31 dias, quatro ou cinco semanas.
No final do ano o generoso governo presenteia o trabalhador com um 13º salário, cujo dinheiro saiu do próprio bolso do trabalhador.
Se o governo retirar o 13º salário dos trabalhadores da função pública, o roubo é duplo.
Daí que não existe nenhum 13º salário. O governo apenas manda o patrão devolver o que sorrateiramente foi tirado do salário anual.
Conclusão: Os Trabalhadores recebem o que já trabalharam e não um adicional.
13º Não é prêmio, nem gentileza, nem concessão. É simples pagamento pelo tempo trabalhado no ano.

Compartilhe, comente, divulque, circule esta informação!

Uma sociedade madura é uma sociedade bem informada!

9 comentários sobre “13º salário é beneficio ou obrigação? é um prêmio ou calculo matematico?

  1. Cesar disse:

    Quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha? rss.. o mesmo com o salário.. o trabalhador ganha menos no mês de 5 semanas, ou ganha mais no mês de 4 semanas?… para resolver isso, apenas colocando o salário por dia mesmo… e olha que se descontar os feriados, é capaz de comer ainda um pedacinho do 13 rsss..

  2. webmaicon disse:

    Creio que a grande questão, é a forma de contratação e pagamento. No brasil o valor do salario é mensal, na maioria dos paises de primeiro mundo é anual. Dai vira uma bagunça, pois o nosso salario mensal não corresponde ao valor anual(salaria x 12meses), mas sim por 12 meses + 13º + 1/3 mes(ferias).
    Exemplo: Um mesmo anuncio de emprego, com mesmo valor final ficaria assim:
    EUA R$ 9.333(anual)
    Brasil R$ 700(mes)

  3. Ronnye disse:

    Mas como foi informado no final da messagem uma socieda madura é uma sociedade informada. Se todo os trabalhodores tivessem a acesso a esse tipo de informação de concientização, poderiam exigir mais por seu direitos. Assim não sendo engandos e manipulados como marionetes sem saber o que realmente está se passando. Nas empresas o colaborador (operario) não tem acesso a esse tipo de informção. Quantos operarios existem no Brasil?… eles são os que elegem o poder, mas tem o mesmo poder para tira-lo em busca de uma melhor qualidade de vida.

  4. gustavo disse:

    Acontece que o mês não tem 4 semanas, mas sim 4,33, em média. Divida 52 por 12 e verá. Dado isso, o salário semanal de quem ganha 700 é 161,53. Multiplicando por 52, como você fez, verás que o resultado será 8400. Nenhum mistério, apenas um erro de aritmética. Dado isso, o 13° é uma dádiva? Não. Os empresários não vão “dar” mais dinheiro ao trabalhador apenas porque o governo manda. Eles apenas redistribuem os ganhos de forma que a lei causa uma diminuição do salário mensal como efeito colateral. Alguns preferem receber o dinheiro assim pois ele facilita o planejamento para o aumento de despesas em dez/jan, outros preferem um ganho mensal maior(até por isso vão aos bancos receber seu décimo terceiro antes, com u desconto é claro poisse trata na verdade de um empréstimo). O certo seria o governo permitir que os trabalhadores negociassem com os patrões como preferem receber seus rendimentos, pois assim cada um teria o que melhor lhe aprouvesse, dentro de suas possibilidades.
    Aumentos(ou diminuições) nos salários não podem ser feitos via canetadas como essa ou o salário mínimo. O equilíbrio no mercado de trabalho é influenciado pela produtividade do trabalhador, sua disposição em encontrar emprego e pela necessidade do empregador de contratá-lo. Apenas com crescimento econômico, melhoras na educação, ataques contra os sindicatos empresariais podemos conseguir uma melhora no salário real.
    Caso contrário a estrutura de poder continuará a mesma e os empresários encontrarão novas formas de “explorar” a situação, quando não encontrarem mais, simplesmente vão parar de contratar.

  5. alexandre disse:

    entendo que se nós tivéssemos educação financeira,a vida no brasil seria bem melhor esses detalhes seriam aprendidos na escola,discutidos em casa e praticados no dia a dia mas,esse é o caminho,um abrir os olhos do outro até que cheguaremos lá

  6. Éder disse:

    Não podemos esperar outra coisa desse país corrupto,no país onde existe políticos corruptos e não acontece nada com eles,já com o trabalhador onesto o governo tenta tira o que já é pouco,por isso,que o país não desenvolve…..Vai continuar sendo país de terceiro mundo….

  7. Jogger Kaminski disse:

    Exemplo de cálculo ERRADO:

    Renda mensal: R$ 400,00
    Renda anual sem 13º salário: R$ 4.800,00
    Renda anual com 13º salário: R$ 5.200,00
    Renda semanal (dividindo o mês em apenas 4 semanas): R$ 100,00

    Quantidade de semanas por ano: 52

    Renda anual: R$ 5.200,00 – igual a de treze salários.

    O erro porém está no fato de 4 semanas por mês totalizarem erradamente apenas 48 semanas por ano. Esta diferença de 4 semanas é compensada pelos cálculos incorretos como um décimo terceiro mês fictício, criando a falsa ilusão de que o décimo terceiro salário não constitui benefício algum. Outra forma de demonstrar o erro da crítica é simplesmente perceber que o trabalhador brasileiro, mesmo em anos de inflação elevada, sempre teve o período remunerado constituído pelo mês e não pela semana; O mês comercial, utilizado pelas empresas para cálculo de salário é de 30 dias e o ano de 12 meses. Partindo desta premissa, a média de semanas por mês, no Brasil, é de 4,285714 semanas por mês e a média de semanas por ano é de 51,42857. Assim, a renda mensal do trabalhador deve ser dividida por 4,285714 e, em seguida, multiplicada pela quantidade exata de semanas por ano, que é 51,42857.

    Exemplo de cálculo CORRETO:
    Renda mensal: R$ 400,00
    Renda anual sem 13º salário: R$ 4.800,00
    Renda anual com 13º salário: R$ 5.200,00
    Renda semanal (dividindo o mês em 4,285714 … semanas): R$ 93,33333333
    … Quantidade de semanas por ano: 51,42857

  8. Paulo Cesar Borsanaro disse:

    Não estou entendendo?
    Semana por Lei = 44horas trabalhadas, média anual considerando 30 dias = 4,28semanas
    Base mensal para cálculo de horas extras, faltas etc. 220horas
    Ninguém esta roubando ninguém, ninguém esta se apropriando de valores.
    A Lei é clara e determina o cálculo do 13º terceiro, férias, gratificação de férias, participação no resultado, salário variável, descanso semanal remunerado, etc.
    Os cálculos das mensagens parece serem feitos empregados que desconhecem as leis trabalhistas brasileiras e estão frustados, certamente não são contadores que conhecem e aplicam o que a Lei determina.
    att

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s